domingo, 6 de setembro de 2009




"Sempre me senti isolado nessas reuniões sociais:
o excesso de gente me impede de ver as pessoas."

(Mário Quintana)










Esse aglomerado de gente me deixa doente.
Esse modismo social destrói o que ainda admiro nas pessoas.
Ainda prefiro o som da madrugada.
Ainda sento de baixo de uma árvore só por que é fim de tarde.
Ainda busco dentro de mim... só dentro de mim, sem olha muito para o lado.
Admiro, mas não idolatro.
A idolatria torna algo bonito em conceitos fabricados.
Respiro fundo e sinto o vento ... isso ainda é algo que me acalma.

6 comentários:

  1. twiggy,
    é bom andar pelo teu blog.
    estamos te seguindo.
    se quiseres nos conhecer, nosso
    endereço é:
    http://santapatricia07.blogspot.com/
    abraços.
    as santinhas @_@

    ResponderExcluir
  2. maneiro o texto bom pra refletir
    parabens

    http://diogostanley.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. nossa essas frases tiraram as palavras da minha boca.Bem legal!

    ;***

    ResponderExcluir
  4. Nossa profundo,lindas palavras!!!

    :D

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto ;
    entra na nossa mente , é bem bacana.

    sucesso com seu blog ;*

    ResponderExcluir